Empresa canadense inicia preparativos para atuar no Centro de Lançamento de Alcântara

A alta direção da empresa esteve neste mês de maio no Brasil. Os dirigentes canadenses – o CEO Richard McCammon e o vice-presidente de Engenharia Daniel McCammon, acompanhados pelo COO (executivo-chefe operacional), Paulo Vasconcellos – estiveram em São Paulo, São Luís e Alcântara, e puderam constatar in loco as condições existentes e o elevado potencial que o Brasil lhes oferece para fincar uma presença competitiva no mercado de transporte espacial.

“O Espaçoporto de Alcântara foi concebido no início dos anos 80, já com uma proposta de atender não somente às necessidades brasileiras, como, também, a outros programas espaciais. Hoje, com a economia espacial crescendo forte e continuamente, está claro o quanto é acertada foi a decisão de garantir, ao Brasil, a oportunidade de participar desse dinâmico mercado. O espaço é a nova fronteira, e o povo brasileiro merece e deve participar de todas as oportunidades que se descortinam”, observou o presidente da AEB, Carlos Moura.

Ele explicou que, no segmento de transporte espacial, a Aeronáutica selecionou, no início de 2021, quatro empresas internacionais para serem as pioneiras a executarem lançamentos de engenhos espaciais a partir de Alcântara. Trata-se de um arranjo inovador, que prevê não apenas ofertar serviços de preparação, lançamento e rastreio. O objetivo é induzir o desenvolvimento local e regional, tanto em termos tecnológicos e logísticos, como de transbordamentos para outras atividades de interesse da sociedade.