Avançam obras de montagem do Hospital de Campanha de Imperatriz

O vice-governador Carlos Brandão, acompanhado de comitiva de secretários estaduais, vistoriou as obras de instalação do Hospital de Campanha, em Imperatriz, na sexta-feira (26). A unidade vai atender casos de Covid-19 e tem previsão de início do funcionamento em 8 de março.

O hospital é fruto de parceria entre Governo do Maranhão, Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (Famem) e Associação Comercial de Imperatriz. O vice-governador destacou que, desde as instalações do hospital, até o seu pleno funcionamento, serão cerca de 500 empregos diretos gerados. O vice-governador, Carlos Brandão, pontuou a importância da unidade.

“Estamos aqui numa parceria com a Suzano. É um investimento de R$ 2,8 milhões realizado pela Suzano, e o Estado vai manter toda essa infraestrutura. Estamos ampliando leitos no estado inteiro. Essa segunda onda de Covid-19 vem com muita força e estamos ampliando e fazendo esse trabalho no estado todo”, pontuou o vice-governador, Carlos Brandão.

A gerente de Relações Corporativas da Suzano, Rakel Dourado Murad, ressaltou que, desde o início da pandemia, a empresa soma esforços para minimizar os impactos do coronavírus nas regiões onde atua. “Enquanto a pandemia não acabar, acreditamos que é preciso continuar unindo forças para salvar vidas. O Hospital de Campanha em Imperatriz ampliará de forma expressiva a capacidade de atendimento e auxiliará no tratamento de pessoas hospitalizadas por conta do aumento de casos na região”, afirma.

O Hospital de Campanha está sendo montado no Centro de Convenções do município. A unidade vai contar com 60 leitos, sendo 10 de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), equipados e adequados ao atendimentos dos casos de coronavírus. O total de leitos vai reduzir a demanda do Hospital Macrorregional, do Hospital Materno Infantil, e da assistência da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Bernardo Sayão.

Presentes ao momento, os secretários de Estado de Infraestrutura (Sinfra), Clayton Noleto e da Indústria, Comércio e Energia (Seinc), Simplício Araújo; o presidente da Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares (Emserh), Marcos Grande; e demais convidados. A comitiva esteve ainda na Associação Comercial e Industrial de Imperatriz (ACII) para tratar sobre a testagem para o novo coronavírus.

MEDIDAS

A ocupação de leitos exclusivos para tratamento do coronavírus é maior em Imperatriz, onde tanto os clínicos, quanto de Unidades de Terapia Intensiva (UTI) estão com índice de ocupação acima de 80%. O suporte do Governo para atender à demanda no município e demais regiões maranhenses, entre outras medidas, inclui helicópteros para transporte de pacientes e abertura de 359 novos leitos.