Reprodução/Instagram

Bistrô de ex-integrante do Pesadelo na Cozinha que faleceu de Covid é comprado por Jacquin: “Mantive o nome para homenageá-lo”

Na última segunda-feira (08) o The Chef contou com um ilustre convidado:  o chef Erick Jacquin, falando um pouco sobre os episódios da terceira temporada de Pesadelo na Cozinha. A Band reapresenta a 2ª temporada, que foi veiculado em 2019, todas as terças deste mês de fevereiro e março, às 22h45. Posteriormente, a partir de 30 de março a temporada contará com episódios inéditos, todos gravados antes da pandemia.

“Na temporada nova tem uma história bonita e triste ao mesmo tempo, a do Ça-Va”, disse Jacquin ao apresentador do The Chef, Edu Guedes. O chef francês revelou que comprou o restaurante localizado em São Paulo de um ex-participante do reality, após ele morrer de Covid-19 no ano passado. Para homenagear o ex-proprietário, Jacquin manteve o nome do estabelecimento. “Eu deixei para homenagear o sr. Antônio e também mantive o local do jeito que estava. Ainda não deu tempo, mas prometi que vou convidar os filhos dele para irem lá. São dois meninos maravilhosos.”

“O dono, sr. Antônio, era um homem de 70 anos e eu tive muita dificuldade de brigar com ele pela idade que tinha, pelo respeito a ele e pela admiração dela à França. Ao final da gravação, ele me deu um presente, deu um presente para a minha mulher [a Rosângela Jacquin], um perfume. Ele era uma pessoa que me lembrou meu primeiro chef aqui no Brasil, que me ajudou muito quando cheguei aqui. Eu fiquei muito emocionado com ele”, contou Jacquin.

Ainda durante as gravações, preocupados com a idade avançada do pai, os filhos do sr. Antônio oferecem o estabelecimento ao Jacquin. “Só respondi ‘vamos ver, vamos ver’”, recordou Erick Jacquin. “Durante a pandemia, já após o termino das gravações, o sr. Antônio foi hospitalizado. Ele fez uma cirurgia para tratar de um problema que ele já tinha e acompanhava, mas acabou pegando Covid e falecendo da doença”, revelou.

Após dois meses da morte do pai, os filhos do ex-participante voltaram a procurar por Jacquin, refazendo a proposta de venda. “O sr. Antônio não vai ver o programa na televisão. Foi trágico para mim. Os filhos dele vieram me ver cerca de um ou dois meses depois, e me falaram: ‘Erick, nós vamos fechar o restaurante, a gente não quer o restaurante, a gente não pode assumi-lo…’. Bem, eu peguei o restaurante. Fiz uma transação com eles e hoje o Ça-Va é meu”. 

O restaurante Ça-Va fica na Bela Vista, em São Paulo. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.