Governo da Bahia busca apoio da China pela permanência de fábrica da Ford no município de Camaçari

A saída da Ford do Brasil está fazendo com gestores se movimentem para evitar um colapso econômico e desempregos em suas regiões. Na Bahia, o governador da Rui Costa (PT), tenta atrair empresários da China para investirem no ramo automotivo do estado, após decisão da Ford de encerrar a produção de veículos no Brasil. A fabricante tem uma de suas principais unidades em Camaçari, importante polo industrial baiano.

Costa foi informado em reunião virtual com representantes da Ford sobre o encerramento das linhas de produção – a marca vai atuar no Brasil apenas com modelos fabricantes fora do país, como em unidades da Argentina e do Uruguai. O governador lamentou o fato, dada a importância socioeconômica da fábrica para o estado.

Paralelo a ter entrado em contado com a Embaixada da China no Brasil, para buscar eventuais investidores, o governador pretende criar um grupo de trabalho com a Federação das Indústrias da Bahia para discutir alternativas para a fábrica. O impacto no emprego, segundo o Sindicato dos Metalúrgicos de Camaçari, seria de 10 mil postos de trabalho perdidos.

Em página oficial, Ford esclarece medidas e pontua que “continua comprometida com os clientes no Brasil e na América do Sul, com um modelo de negócios ágil e sustentável, baseado em uma linha de veículos icônicos, conectividade e eletrificação. A Ford estará ativamente presente no Brasil, atendendo seus clientes com um portfólio de SUVs, picapes e veículos comerciais modernos e conectados”. A página tira uma série de dúvidas dos proprietários de veículos da marca, esclarecendo sobre serviços, direitos e assistência.

Segundo a empresa, neste momento, não há mudanças na Rede de Concessionários Ford, que continuarão atendendo. Ajustes futuros serão comunicados oportunamente aos consumidores, com total transparência, diz o comunicado.

Para quem adquiriu veículo da marca recentemente e teme quanto à assistência e garantias, a empresa afirma que continuará oferecendo ampla assistência ao consumidor com operações de vendas, serviços, peças de reposição e garantia, em todo o país, complementa.

Consumidores que iniciaram a compra de veículo Ford e pretendem cancelar a compra, a orientação se dirigir ao concessionário onde a compra foi efetuada e solicitar o cancelamento, em acordo com a regulamentação prevista no Código de Defesa do Consumidor.

A empresa pontua no comunicado o processo de transformação da indústria automotiva global. Enumera as novas e emergentes tecnologias em serviços conectados, eletrificação e veículos autônomos, com demandas dos consumidores e itens regulatórios remodelando o mercado. Cita ainda a pandemia do do Covid-19, que se consolidou em barreira para a ampliação dos negócios.

O comunicado segue anunciando que a Ford encerrará as operações brasileiras de manufatura nas plantas de Camaçari (BA), Taubaté (SP) e Troller (Horizonte – CE) durante 2021. As informações na íntegra estão na página da montadora, no link: www.ford.com.br.