Governo do Estado e Ministério da Saúde discutem vacinas contra covid-19

O cronograma de vacinas contra o novo coronavírus foi tema de reunião entre o governador Flávio Dino e o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello. No encontro virtual, que teve participação de governadores de outros estados, foi tratado ainda sobre o cenário de pandemia.

A reunião foi solicitada pelos governadores para cobrar, entre outros pontos, o financiamento de UTIs e um cronograma de entrega de vacinas em cada estado, com datas e números de vacinas previstas, mensalmente. Na ocasião, o ministério apresentou calendário nacional para recebimento de vacinas.

Segundo o governador do Maranhão, Flávio Dino, na reunião foi apresentado pelo ministério um calendário nacional para recebimento de vacinas, na presença dos presidentes do Butantan e da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). “Passo importante”, afirma o governador.

O Maranhão, assim como os demais estados do país, só utiliza as vacinas que são disponibilizadas pelo Ministério da Saúde, seguindo o Programa Nacional de Imunização (PNI). Estas vacinas chegam ao estado de forma gradual. Acompanharam ainda  a reunião as presidências do Instituto Butantan e da Fiocruz.

Até o momento, duas vacinas estão registradas e liberadas no Brasil: a CoronaVac, desenvolvida na China e produzida no Instituto Butantan; e a de Oxford/AstraZeneca, produzida na Fiocruz. Os insumos, porém, chegam aos poucos. Isso deixa mais lentas a produção e, consequentemente, as aplicações.