SAO PAULO -SP BRASIL 19.12.2017 - ECONOMIA - Posto de atendimento ao trabalhador no Poupatempo da Sé ,região central da cidade Foto Reinaldo canato /veja.com

Maranhão comemora saldo positivo na geração de empregos na agroindústria

O setor agroindustrial maranhense garantiu saldo de 498 empregos formais, no ano de 2020, apesar do cenário de pandemia, onde muitos segmentos promoveram demissão em massa. O número consta em relatório do Sistema de Escrituração Digital das Obrigações Fiscais, Previdenciárias e Trabalhistas (Caged/e-Social). O levantamento considerou o cenário de emprego nas diversas atividades do setor – pecuária, agricultura, aquicultura, silvicultura, entre outros.

O secretário de Estado da Agricultura, Pecuária e Pesca (Sagrima), Sérgio Delmiro, destacou a importância e força do setor no desenvolvimento econômico do Maranhão. “A significância do setor agropecuário se ver não só pelo quantidade de empregos gerados, mas também, pela manutenção destas oportunidades de trabalho. Finalizamos o ano de 2020 com o salto positivo na geração de empregos, mostrando a força e pujança da agropecuária do nosso estado em todos os setores”, reforça Delmiro.

O levantamento do Caged/e-Social aponta que no período, forma contratadas 8.995 para atuar na agroindústria do Maranhão. Como resultado da pandemia do novo coronavírus, observou-se um total de 8.497 desligamentos.  O saldo positivo de empregos mantidos no Estado é maior que o do vizinho Piauí, que ano passado manteve 414 empregos.

“O setor se destacou em todos os seus setores, que sejam, a pesca, nas produções  florestal e vegetal, na agricultura e pecuária. Vemos todos estes empregos distribuídos em todas essas áreas, mostrando que, mesmo em tempos de pandemia, o agronegócio, a agropecuária conseguiram se manter e, para além disso, ter saldo positivo na geração de empregos”, enfatiza Sérgio Delmiro.

A agroindústria é o complexo de atividades relacionadas à transformação e industrialização de matérias-primas. Estas se originam de várias atividades e neste conjunto estão a pecuária, agricultura, aquicultura e silvicultura. “Um exemplo é a agroindústria canavieira do Brasil, que tem como um de seus principais produtos, o açúcar e o álcool. Ou seja, tanto na questão de crescimento produtivo, como também na geração de emprego e renda no Maranhão, a agroindústria se faz presente e importante”, conclui o titular da Sagrima.