Maranhão negocia para adquirir vacinas contra a Covid-19

O governador do Maranhão, Flávio Dino, junto a outros governadores, está em contato com laboratórios internacionais para tentar comprar doses de vacinas contra a Covid-19. A getsao estadual trabalha para encontrar quem venda e entregue em prazo razoável. Até o momento, há conversas e possibilidades, segundo o governador Flávio Dino.

Cada governador está tentado realizar a compra. A procura começou há duas semanas. Para a aquisição, o estado possui reserva de R$ 50 milhões para a compra, no exterior, de doses da vacina contra o novo coronavírus.

No último dia 23, o plenário do Supremo Tribunal Federal confirmou decisão do ministro Ricardo Lewandowski que, em dezembro, autorizou estados, municípios e o Distrito Federal a importar vacinas, caso a quantidade oferecida pelo Governo Federal não fosse suficiente. Uma das ações que motivaram a decisão do STF foi impetrada pelo Maranhão.

No dia seguinte, o Senado aprovou projeto do presidente da Casa, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), que também permite a compra de vacinas por estados, municípios e DF. A proposta foi envidada para a Câmara dos Deputados.

A tendência entre os governadores é que seja adotada uma política de distribuição proporcional de doses entre os estados. Quem conseguir, divide os custos e as vacinas com os demais estados interessados (com informações da CNN).