Minha Casa Melhor realiza 1° sorteio e beneficia 1.300 mil famílias maranhenses

Foram sorteadas neste sábado (6), as primeiras 1.300 famílias beneficiadas com o programa estadual Minha Casa Melhor, que vai destinar a cada família contemplada um cartão de débito no valor de R$ 600 para compra de móveis, eletrodomésticos, utensílios domésticos e até gás de cozinha, em estabelecimentos comerciais de todo o Maranhão, previamente cadastrados no programa. O sorteio foi transmitido ao vivo no programa Daqui, da TV Mirante, e nas redes sociais do Governo do Maranhão. 

Nessa primeira fase foram selecionadas famílias de baixa renda que moram nos municípios de Açailândia, Buriticupu, Itinga do Maranhão, Bom Jesus das Selvas e São Francisco do Brejão. Porém, o programa vai alcançar maranhenses de todos os 217 municípios do Estado, com sorteios semanais divididos por região e ao todo, vai contemplar 45,6 famílias cadastradas no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico).

Benefício social e econômico

O programa Minha Casa Melhor agrega um “duplo benefício”, já que garante auxílio para os lares de famílias de baixa renda e ajuda os comerciantes, que poderão ampliar as vendas com os recursos oriundos do programa, fator que deve estimular a geração de emprego e renda.

Empresas e lojas de todos os municípios maranhenses interessadas em vender produtos aos beneficiários, ainda podem realizar credenciamento no Minha Casa Melhor, diretamente no site do programa (minhacasamelhor.ma.gov.br).

Após o recebimento do cartão, o beneficiário terá o prazo de até 90 dias para efetuar compras. Ao todo serão realizados 26 sorteios por região, sempre aos sábados e até o mês de agosto para evitar aglomerações.

O secretário de Estado das Cidades e Desenvolvimento Urbano (Secid), Márcio Jerry, que participou do programa Daqui para realizar o primeiro sorteio da iniciativa, falou da importância do Minha Casa Melhor no contexto da pandemia.

“É um programa que se destina às famílias maranhenses, àquelas famílias de baixa renda, e que precisam deste apoio para melhorar o próprio bem estar familiar. Isso faz com que haja um impacto positivo para aqueles que mais precisam da mão do Estado, da mão de quem pode auxiliá-los em um momento tão grave na vida de todo o país com a pandemia do coronavírus”, ressaltou o secretário.

Os completados neste primeiro sorteio do Minha Casa Melhor receberão dos cartões de débito em casa, que serão entregues por equipes de bombeiros civis. Os nomes dos selecionados já estão disponíveis no site minhacasamelhor.ma.gov.br