Governo anuncia preparativos do São João do Maranhão

Após dois anos sem o brilho das cores dos festejos juninos, das toadas e do balançar do Bumba Meu Boi mais contagiante do país, o Governo do Estado anunciou os preparativos para a programação do São João do Maranhão, nesta terça-feira (10).

O pontapé inicial já será no próximo dia 27 (última sexta-feira de maio), com um cortejo. E a programação oficial será de 2 de junho a 31 de julho, de quinta a domingo, para a maioria dos arraiais. O público evangélico também será contemplado, com o Arraial do Povo de Deus, no Parque do Rangedor, nos dias 1° e 2 de julho.

Os arraiais oficiais que receberão as mais de 500 atrações ao longo de dois meses, em datas específicas, são praça Nauro Machado, Ipem, zona rural, Shopping da Ilha, Cohama, Ceprama, Vila Palmeira, Cidade Operária, Maiobão, Santo Antônio, Lagoa da Jansen e Convento das Mercês.

Os destaques ficam por conta da Nauro Machado, com programação de 11 de junho a 3 de julho; da Vila Palmeira, com um mês de duração, de 2 de junho a 2 de julho, de quinta a domingo para ambos; e o do Ipem, que funcionará diariamente, de 11 de junho a 10 de julho.

O principal evento artístico e cultural do Maranhão, apresentado pelo governador Carlos Brandão como “O Maior São João do Brasil”, visará obter um retorno quatro vezes maior que o investido, com arraiais descentralizados em vários pontos da Grande Ilha e em outros municípios do Estado. O Maior São João do Brasil conta com apoio cultural dos Supermercados Mateus e da Equatorial Energia.

O Maior São João do Brasil contará, também, com o trabalho em conjunto da SEAP – doação de matracas e outros; Setur – apoio na organização e disponibilização de serviços; SSP – segurança; Secom – apoio na divulgação do evento; Sedes – equipamentos do programa Mais Renda; e Sedihpop, com a disponibilização de intérpretes de libras.

Prorrogadas inscrições das atrações do São João do Maranhão

A Secretaria de Estado da Cultura (Secma) prorrogou o prazo para credenciamento de grupos do São João 2022. Artistas, produtores e grupos juninos podem fazer a inscrição até sexta-feira (29). As inscrições podem ser feitas das 10h às 12h e das 14h às 18h, na sede da Secma, localizada na Avenida dos Holandeses, nº 1803, São Marcos, em São Luís. As inscrições são feitas exclusivamente de forma presencial.

Para os artistas que não residem na Região Metropolitana de São Luís, a inscrição pode ser feita via Correios, com Aviso de Recebimento, postadas até o último dia de inscrição. A documentação deve chegar ao endereço da sede da Secma (Avenida dos Holandeses, nº 1803, São Marcos, São Luís – MA, CEP 65.077-357), até o último dia de inscrição, 29.

Podem se cadastrar para o São João 2022 artistas e grupos que pertencem às categorias: Artes Cênicas, Banda/Show, Bumba Meu Boi, Cordel e Repente, Danças Regionais, Forró Pé de Serra, Grupo Alternativo e Tambor de Crioula.

Os artistas selecionados poderão ser contratados pela Secma, de acordo com a necessidade da Secretaria durante o período junino.

Acesso em cultura.ma.gov.br a íntegra do edital e confira o valor dos cachês por categoria e as regras completas do credenciamento de atrações para o São João do Maranhão 2022.

Projeto de ballet abre oportunidade para crianças de escolas públicas

Criado há mais de 20 anos pela bailarina, maestra e coreógrafa Olinda Saul, o projeto Dança Criança oferece uma oportunidade de qualificação profissional para mais de 600 estudantes da rede pública de ensino do Maranhão.

As inscrições para o projeto são realizadas duas vezes ao ano, nos meses de fevereiro e agosto. No entanto, a escola também está aberta o ano todo para quem quiser participar de uma aula e, se o jovem interessado tiver o perfil procurado, pode ingressar no projeto.

Por meio do projeto, esses jovens recebem, de forma gratuita, aulas de balé clássico e contemporâneo. Além das bolsas integrais, o Dança Criança também pode oferecer ajuda de custo para transporte e alimentação, caso o aluno não tenha condições de arcar com essas despesas.

Em 2018, o projeto contou com ajuda do Governo do Estado através da Lei de Incentivo à Cultura, oferecendo 300 vagas de bolsa integral para jovens de 12 a 20 anos. Em agosto de 2020, a escola ganhou uma nova sede, localizada no prédio histórico da REFFSA, local onde as audições também são realizadas.

Festival de cinema ‘Telas em Movimento’ é realizado no Maranhão

Está sendo realizada na comunidade do povoado Mojó, eme Paço do Lumiar, Região Metropolitana de São Luís, a 5ª edição do festival de cinema “Telas em Movimento”. O tema deste ano será “Festival de Cinema das Periferias e Comunidades Tradicionais da Amazônia”. O evento vai até domingo (24).

O festival de cinema oferece oficinas com bolsas de R$ 50 para cada participantes, onde será realizado todas etapas de filmagem e edição da 8° Catação de Lixo do Movimento Mangue Sem Lixo, idealizado pela Ong Arte Mojo em parceria com Sitio Jiboia, Orla Viva e Quinta do Azulejador.

“Telas em Movimento” estreou em 2019, estimulando uma nova dinâmica de criação, percepção e recepção da sétima arte nas periferias do Estado do Pará, e de acordo com organizadores, já beneficiou toda a cadeia do audiovisual, incluindo seus agentes e receptores em várias regiões periféricas e ilhas da capital do estado. O festival acontece pela primeira vez fora do Estado do Pará e o povoado de Mojó é o cenário perfeito para o propósito do projeto.

Projeto oferece aulas gratuitas de ballet para estudantes de escolas públicas

A dança é uma forma de expressar, por meio de passos ritmados, as emoções e o estado de espírito de quem a pratica. Mas, para os jovens que aprendem ballet no projeto Dança Criança, a expressão artística vai muito além desse significado.

Criado há mais de 20 anos pela bailarina, maestra e coreógrafa Olinda Saul, o projeto ensina gratuitamente ballet clássico e contemporâneo para estudantes da rede pública de ensino do Maranhão.

Por meio do projeto, a dança se torna mais do que uma opção de lazer, mas também representa uma oportunidade de qualificação profissional para esses jovens, que antes se viam distantes do sonho de seguir carreira nas artes.

“O objetivo principal do projeto é a formação profissional dos estudantes. Mas esse projeto traz um leque de opções para as pessoas. Resgatar a cidadania, a autoestima, a cultura do ballet em si, que é muito abrangente e envolve a música erudita, popular, o folclore tanto brasileiro quanto internacional”, ressaltou Olinda Saul.

Projeto

Olinda Saul fundou o projeto Dança Criança, que atualmente tem mais de 600 alunos, inspirada na Escola Cubana de Ballet, onde se profissionalizou como maestra. Em 2018, o projeto contou com ajuda do Governo do Estado através da Lei de Incentivo à Cultura, oferecendo 300 vagas de bolsa integral para jovens de 12 a 20 anos. Em agosto de 2020, a escola ganhou uma nova sede, localizada no prédio histórico da REFFSA, local onde as audições também são realizadas.

Quinzena do Livro Infantil é comemorada no Maranhão

A Secretaria de Estado da Educação (Seduc) está com uma programação recheada de atrações para comemorar a Quinzena do Livro Infantil celebrada neste mês de abril, com início nesta segunda-feira (18), em São Luís. A programação segue até o dia 29 de abril e contará com a participação de diversos municípios do estado pela valorização da cultura e literatura e pelo fortalecimento da leitura e apreensão do conhecimento.

O evento é alusivo ao Dia Internacional do Livro Infantil e Juvenil, em homenagem a Hans Christian Andersen, comemorado no dia 2 de abril; e ao dia 18 de abril, consagrado como Dia Nacional do Livro Infantil, em homenagem a Monteiro Lobato.

Em São Luís, as atividades acontecerão em diversos espaços, entre eles no Centro Integral de Educação Infantil Creche da Liberdade, localizado na Rua Nossa Senhora das graças, s/n, no bairro Liberdade; e no Centro de Educação Especial João Mohana, situado na Rua 105, s/n, localizado no bairro Vinhais.

Programação:

Abertura na creche da Liberdade (18/04) – Manhã:

9:00h – 9:45h – Acolhida e boas vindas

9:45 – 10:10h – Apresentação da peça de Monteiro Lobato (“A pílula falante”)

10:10h – 10:20h – Contação de História – O Coelho

10:20 – 10:400h – Cantação – Música do Jacaré

10:40h – 11h – Vamos Colorir e Jogo da Memória

11:10 – Encerramento

João Mohana (18/04)

15:00h – 15:15h – Acolhida e boas vindas

15:15h – 15:45h – Atividades de movimento (Psicomotricidade)

15:45h – 16:00h – Atividades de pintura de rosto e de desenhos sobre o tema

16:00h – 16:20h – Apresentação da peça de Monteiro Lobato (“A pílula falante”)

16:20h – 16:50h – Lanche coletivo

16:50h – 17:00h – Encerramento

Atividade na creche do Centro (19/04)

Horário: 9h

Apresentação: SUGEDA – Conto Catirina Público: Alunos da Creche

Atividade no CAPES (20/04)

Horário: 8h

Apresentação: Alunos do CAPES

Público: Estudantes do 1º ano do C.E Manoel Backman e C.E Rubem Almeida.

Confira atividades nos faróis do Saber/Educação (18 a 29/04)

Aldeias Altas – Dia 29, roda de leitura;

Santa Helena – Dia 25, com atividades de hora do conto, peças e brincadeiras;

Humberto de Campos – Dia 25, com roda de leitura;

Passagem Franca – 26/04 – Roda de Leitura, caracterização do Sitio do Pica Pau Amarelo;

Pinheiro – Dia 27, roda de leitura;

Vitorino Freire – Dia 20, roda de leitura, brincadeiras.

II Concurso Maria Firmina dos Reis tem inscrições prorrogadas

A Coordenadoria Estadual da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar do Tribunal de Justiça do Estado do Maranhão – CEMULHER/TJMA prorrogou os prazos para inscrições no II Concurso Literário “Maria Firmina dos Reis” por meio do Edital. O período de inscrições agora vai até o dia 25 de abril deste ano, através de link específico no site do Tribunal de Justiça do Maranhão.

Os interessados concorrerão em categorias estabelecidas pela idade (adolescentes/adultos), divididas em subcategorias (poemas/contos e crônicas), conforme o tipo de produção literária inscrita.

Após o término das inscrições, as demais etapas previstas no Edital se seguirão, culminando com a cerimônia de premiação dos selecionados pela Comissão Julgadora. As obras selecionadas constarão de e-book, que será publicado em parceria com a ESMAM.

O II Concurso Literário “Maria Firmina dos Reis” tem como objetivo primordial o de incentivar a reflexão e debate sobre o combate à violência doméstica e familiar contra a mulher baseada no gênero, na medida em que a literatura constitui-se em poderosa ferramenta de transformação social, oferecendo contribuição para a promoção dos direitos humanos das mulheres no estado do Maranhão.

A expectativa é de que este ano o concurso alcançará um público significativo, provocando o debate e a reflexão sobre o combate à violência doméstica e familiar contra a mulher, seguindo o trabalho de conscientização crescente sobre o tema e contribuindo para que os direitos humanos das mulheres sejam cada vez mais assegurados.

Boi de Maracanã lança novas toadas em evento no domingo (17)

Um dos mais emblemáticos grupos de bumba meu boi do Maranhão está na concentração para retornar aos terreiros juninos. O centenário Boi de Maracanã acenderá sua fogueira a partir desse domingo (17), em celebração à Páscoa, com mais uma edição da “Cantoria do Boi de Maracanã”, oportunidade em que lançará novas toadas, dando o pontapé inicial para as festas juninas.

O grupo folclórico fará uma grande apresentação em sua sede, na estância urbana que dá nome ao grupo, recebendo, também, Yara Brenda & Ricardo Lobo. “É um evento já tradicional em nosso calendário e que marca as primeiras movimentações para os festejos juninos”, disse a presidente do grupo, Maria José de Lima Soares.

Segundo ela, desta vez, com entusiasmo ainda maior pelo fato de que a festa passou dois anos sem poder ser realizada. “Todos nós estamos muito felizes e ansiosos para comemorar o São João”, disse a presidente do grupo”, disse.

Maracanã, formado por 45 índias, 26 caboclos de pena e 70 caboclos de fita (rajados), é comandado pelos cantadores Ribinha de Maracanã, Humberto Filho e Emanuel Vitor. Além da festa deste sábado, o batalhão voltará a se reunir no dia 21, para a gravação do Auto do Bumba Meu Boi dentro de um projeto capitaneado pelo Museu do Audiovisual do Maranhão (Mavam). A gravação acontecerá na sede, às 16h.

De acordo com Jhonatan Oliveira, da equipe de comunicação do grupo folclórico, a comunidade está alegre pelo fato de o governo estadual ter anunciado que, este ano, os festejos juninos avançarão para o mês de julho.

“Chegamos a nos reunir com o então secretário de Estado da Cultura, Anderson Lindoso, que nos deu essa maravilhosa notícia. Vai ser uma grande festa, sem dúvida”, disse Jhonatan Oliveira.

Oficinas

Na sede do Boi de Maracanã, os projetos voltados para a comunidade não param e acontecem paralelamente à confecção de indumentárias. Nas sextas e sábados, por exemplo, é realizado o “Arte da Nossa Gente”, aos cuidados do Laborarte com apoio do deputado Bira do Pindaré e patrocínio da Prefeitura de São Luís.

As oficinas de dança popular e de percussão também continuam nas sextas-feiras, das 9h às 11h (dança), e das 14h às 17h (percussão), e aos sábados, das 11h30 às 15h (percussão), e das 15h às 17h (dança), prosseguindo até o mês de maio.

Morre, aos 82 anos, mestre Mundoca; cantador do Boi da Floresta é um ícone da cultura popular maranhense

Morreu nessa terça-feira (12), em São Luís, aos 82 anos, Clemente Domingos Pinheiro, nome de batismo do mestre ‘Mundoca’, cantador do Boi da Floresta, do Mestre Apolônio.

Segundo a família, o cantador sofreu um Acidente Vascular Cerebral (AVC), no início do mês de março e foi parar na UTI, em estado grave. Após quase dois meses internado no Hospital do Servidor, na capital maranhense, o mestre acabou não resistindo e morreu na noite dessa terça.

O velório do mestre Mundoca está sendo realizado na residência dele, na rua 5 do bairro São Francisco, em São Luís. O enterro vai ocorrer no fim da tarde desta quarta-feira, em local ainda não informado pela família.

Homenagem

Em junho de 2021, o cantador foi homenageado com uma grafitagem na fachada do Grupo Mirante, na avenida Ana Jansen, no bairro São Francisco.

“Todos os anos, eu faço questão de participar das brincadeiras. O Boi da Floresta faz parte da minha vida. Estou muito feliz com essa homenagem. E que bom que ainda estou vivo pra ver isso acontecer”, declarou o mestre Mundoca na época da inauguração do mural.

A grafitagem com a imagem do mestre ‘Mundoca’ foi feita pelo artista Gil Leros, por meio do projeto “Amo, Poeta e Cantador”.

“Vou ficar mais conhecido (risos). Morre o boi, mas fica o nome”, afirmou o mestre cantador ao receber a homenagem.

No total, foram feitos 10 murais com imagens de grandes personalidades do Bumba meu Boi do Maranhão, sendo quatro na capital maranhense e os demais em Axixá, Cururupu, Barreirinhas, Guimarães, Viana e São José de Ribamar.

A ideia foi enaltecendo a maior manifestação cultural do estado, que é o Bumba Meu Boi.

Uma vida dedicada à cultura

Nascido em 11 de novembro de 1939, em São Bento Novo do Maranhão, aos 14 anos de idade Clemente Domingos teve o primeiro contato com as brincadeiras de Bumba meu Boi. Com 17 anos ele veio trabalhar em São Luís e foi nessa época que conheceu o mestre Apolônio Melônio, que iria fundar, em 1972, o tradicional Boi da Floresta, do sotaque de Pindaré.

“Vim pra São Luís aos 17 anos, onde conheci Apolônio Melônio. Trabalhávamos juntos como estivadores no Porto de São Luís. Entrei pro Boi da Floresta logo no início da sua fundação, quando eu tinha 33 anos. E, hoje, mesmo cansado e com dificuldades para caminhar, não deixo de participar das brincadeiras todos os anos”, contou mestre Mundoca, em entrevista ao jornal O Estado do Maranhão, em 2021.

Mestre Mundoca, que recebeu esse apelido em homenagem a um avô que era chamado de ‘Doca’, esteve junto com mestre Apolônio desde a fundação do Boi da Floresta. E, ao longo dos quase 50 anos do boi, ele entoou as toadas que encantaram o público, espalhando o amor que tinha pela cultura popular do Maranhão.

Por meio de nota, a Secretaria Municipal de Cultura de São Luís (Secult) manifestou profundo pesar pelo falecimento do Mestre Mundoca. “Parafraseando o mestre Mundoca: ‘Hoje morre o cantador, mas fica o nome e o seu legado cultural para todos os ludovicenses’. Neste momento de dor e pesar, a Secult se solidariza com os familiares e amigos do mestre rendendo homenagens pela sua dedicação a nossa cultura”.

São João do Maranhão inicia agenda dia 28 de maio

A programação do São João do Maranhão vai ter início no dia 28 de maio, em um cortejo que sairá da praça Deodoro para a Nauro Machado. O evento foi confirmado pelo secretário de Estado da Cultura (Secma), Paulo Victor. O festejo terá dois meses de duração.

“A gente está programando tudo, só que voltaremos a fazer aquele grande cortejo que sempre aconteceu no dia 28 de maio e será a abertura formal do São João”, disse Paulo Victor. É avaliada ainda, parceria com a Prefeitura de São Luís para realização de um arraial na Praça Maria Aragão.

“A Maria Aragão sempre foi um arraial feito com parceria com a Prefeitura [de Sã Luís]. Lá é o único ponto que o Governo [do Estado] não pode ter esse aceso total, porque cabe à Prefeitura autorizar, ou não. Então, a gente está tendo essa expectativa de aguardar a Prefeitura de São Luís para saber se eles vão fazer São João, ou não”, comentou o titular da Secma.