Foto: Associação Brasileira de Saúde Coletiva

Nova lei de rotulagem vai impactar no mercado de alimentos e bebidas

Marcas brasileiras devem se preparar para a implantação da nova norma de rotulagem nutricional de alimentos e bebidas embalados. A norma foi aprovada em outubro passado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e deve entrar em vigor em 24 meses.

A norma vai regulamentar a produção de rótulos dos produtos

Pesquisa realizada pela Kantar, líder global em dados, insights e consultoria, indica que a produtos mais saudáveis têm conquistado cada vez mais relevância. Cerca de 75% dos consumidores nacionais já buscam produtos com menor teor de gordura, 70% com menos açúcar e 69% sem aditivos, como corantes e conservantes.

Além disso, quando se deparam com um produto classificado como ‘natural’, 59% deles alegam esperar que seja livre de conservantes. Quanto à análise das informações nos rótulos, mesmo que ocasionalmente, 33% das pessoas afirmam ficar de olho na quantidade de vitaminas, 33% na de açúcar, 32% gordura, 32% calorias e valor nutricional e 30% teor de sódio.

A maior inovação da regra será a colocação de símbolos informativos na parte frontal superior da embalagem, facilmente captados à primeira vista, que devem indicar o teor de três nutrientes: açúcares adicionados, gorduras saturadas e sódio.

A Tabela de Informação Nutricional também passará por alterações significativas, a começar pela adoção de fundo branco e letras pretas, para impedir que contrastes interfiram na legibilidade. Será ainda obrigatório identificar açúcares totais e adicionais, valores energético e nutricional e número de porções por embalagem. A tabela deverá ficar perto da lista de ingredientes, em locais de fácil visualização.