Foto: Divulgação

Número de leitos exclusivos para Covid-19 são ampliados no Maranhão

A rede estadual de saúde está sendo reorganizada para ampliar o número de leitos exclusivos para atender pacientes com o novo coronavírus. Entre leitos novos e redirecionados, na última semana a rede de assistência exclusiva a pacientes com a doença passou a contar com 181 de enfermaria e 51 de UTI. Os leitos estão distribuídos em hospitais na Grande Ilha e nos Regionais, além de unidades temporárias como o Hospital de Referência Covid-19, em Imperatriz. 

Atualmente, o Maranhão conta com 451 leitos de UTI e 1.090 de enfermaria. Entre os leitos entregues na última semana, 72 leitos clínicos foram acrescentados no Hospital de Cuidados Intensivos (HCI), em São Luís. Ainda na Grande Ilha, 6 novos leitos de UTI foram disponibilizados para a Covid-19, no Hospital Dr. Carlos Macieira (HCM). 

No interior do estado, o Governo também segue administrando a oferta de leitos exclusivos para pacientes com a Covid-19. Em Imperatriz, o Governo entregou na semana o Hospital Referência Covid-19, em Imperatriz, com 50 leitos de enfermaria e 10 de UTI. Em Timon, com o redimensionamento de 10 leitos de UTI, o Hospital Alarico Nunes Pacheco passou a contar com 20 leitos para casos graves da doença. Já em Bacabal, 33 leitos clínicos passaram a integrar a rede de assistência do Hospital Regional Dra. Laura Vasconcelos. Outras unidades foram reorganizadas para garantir a ampliação da assistência. 

Os leitos da rede estadual de saúde exclusivos para atendimento a pacientes com a doença também estão distribuídos nas cidades de Morros, Barreirinhas, Alto Alegre, Timbiras, Peritoró, Viana, Santa Luzia do Paruá, Coroatá, Balsas, Monção, Itapecuru, Santa Inês, Codó, Caxias, Pedreiras, Imperatriz, Pinheiro, Presidente Dutra, Lago da Pedra, Grajaú, Carutapera e Chapadinha.