Operação Parasitas compre 18 mandados de prisão e 8 de buscas, em São Luís

Prisão de 17 pessoas, cumprimento de oito mandados de busca e apreensão são o resultado da operação Parasitas, da Polícia Civil. As prisões são de integrantes de organização criminosa, voltada para o tráfico de drogas com atuação interestadual.

A ação policial cumpriu mandados de prisão nos municípios de São Luís, Alto Alegre do Maranhão, Itapecuru-Mirim, Codó, Coroatá e Barra do Corda e visou desarticular organização criminosa que remetia grandes quantidade de droga de outros estados para o Maranhão.

O tempo de investigação foi, aproximadamente, de dois anos e, durante os atos investigatórios, houve apreensão de cerca de 500 (quinhentos) quilos de drogas, que seriam destinadas a diversos traficantes do Maranhão. O montante foi avaliado pela polícia em 500 mil.

Entre os mandados cumpridos, seis deles foram contra suspeitos que já se encontravam presos e, mesmo assim, efetivavam a prática de crimes por intermédio de terceiras pessoas. Um dos presos, no município de Codó, foi encontrado com quatro armas de fogo, razão pela qual foi também autuado em flagrante delito pelo crime de Posse

Após as formalizações da prisões, na Superintendência Estadual de Repressão ao Narcotráfico (Senarc), foram encaminhados ao sistema prisional onde vão ficar à disposição da justiça.