Presidentes da Câmara e Senado reforçam importância da vacina contra a Covid-19

Documento conjunto destinado ao presidente da República, Jair Bolsonaro, solicita prioridade do Governo Federal e mais agilidade no acesso à vacina contra a Covid-19. A carta pede ainda obediência a critérios científicos no combate à pandemia. O documento é assinado pelos novos comandantes do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), e da Câmara, Arthur Lira (PP-AL).

Arthur Lira e Rodrigo Pacheco enviaram carta a Jari Bolsonaro, solicitando prioridade à vacinação da Covid-19

Os dois presidentes das Casas do Congresso também defendem adoção de medidas pelo dois poderes – Executivo e Legislativo – que garantam recuperação econômica, emprego e renda aos brasileiros. Lira e Pacheco devem se reunir ainda nesta quarta-feira (3), com o presidente Bolsonaro, para discutir agenda de votações que atenda Executivo e Legislativo. A reunião acontece antes da escolha da Mesa Diretora da Câmara.

Os presidentes pontuaram ainda na carta, a volta do auxilio emergencial. Bolsonaro também quer a volta do auxílio, porque o considera importante para a popularidade do governo, apesar das restrições orçamentárias. Lira e Pacheco receberam apoio de Bolsonaro e dentro do governo, a expectativa é que os novos comandos de Câmara e Senado facilitem a tramitação e a aprovação de matérias de interesse do Executivo.

Votações

Na terça (2), primeiro dia de seu mandato à frente do Senado, Pacheco ressaltou que pretende votar o Orçamento para 2021 até o mês de março. O Orçamento geralmente é votado em dezembro do ano anterior. Quando isso não acontece, como foi o caso, o Executivo só tem acesso a 1/12 dos recursos previstos no projeto por mês.

A equipe econômica do governo quer aprovar medidas que considera essenciais para a retomada da economia, como a reforma administrativa, a reforma tributária, a proposta de emenda à Constituição (PEC) Emergencial e a proposta de autonomia do Banco Central.